Uma jovem de 17 anos, a viver numa moradia camarária em São Pedro da Cova (Gondomar), recebeu ordem de despejo e diz que não tem onde viver.



Liliana Pacheco morava com o pai e aos fins-de-semana recebiam os três irmãos menores, que estão entregues a um lar. João Pacheco, de 66 anos, terá fugido para França sem avisar os filhos, mas antes entregou as chaves de casa à câmara. Quando a jovem foi tentar resolver a situação junto da autarquia foi aconselhada a pedir ajuda à mãe. "Disseram-me que tinha que deixar a casa até dia 15 de Novembro, mas eu não saio daqui, não tenho para onde ir e não quero ir viver com a minha mãe", disse ao CM. Até ao fecho da edição, não foi possível contactar a autarquia.

cm