As autoridades alemãs recusaram exibir um filme promocional de Portugal encomendado por Marcelo Rebelo de Sousa a Rodrigo Moita de Deus. O autor do vídeo já protestou junto da embaixada germânica em Lisboa.



Segundo os promotores da iniciativa, a Alemanha justifica a decisão de não exibir a película na Praça Sony de Berlim por «razões políticas».

O vídeo chumbado visava apresentar Portugal aos alemães, na mesma linha do que foi feito recentemente para o público finlandês, sublinhando os sacrifícios a que o país é sujeito no âmbito do acordo com a troika. A ideia fora lançada por Marcelo Rebelo de Sousa, que convidou o blogger do 31 da Armada e dirigente do PSD Rodrigo Moita de Deus para produzir o filme.

«Choca-nos profundamente esta recusa em transmitir o filme que é indigna dos valores e princípios que estão na base da União Europeia. Mas, apesar desta recusa, é nosso propósito prosseguir com esta iniciativa e tudo faremos para que a mensagem do filme chegue ao seu destinatário», afirmou Moita de Deus numa nota de protesto enviada à embaixada da Alemanha em Lisboa, citada pelo Expreso.
SOL