Duas gémeas, de cinco anos, aguardam ser reconhecidas pelo pai, que a mãe das crianças garante ser o ex-deputado do PS e ex-governador civil de Aveiro Antero Gaspar.



Sandra Almeida, brasileira de 34 anos, avançou há dois anos com um processo em tribunal para que seja reconhecida a paternidade das meninas. Antero Gaspar terá feito um teste de ADN há mês e meio, após faltar a várias convocatórias. O CM apurou que, caso se confirme a paternidade, o ex-deputado terá a intenção de assumir as filhas. O processo de regulação do poder paternal está agendado para Janeiro.

Sandra conta ter conhecido Antero Gaspar em Lisboa, em 2002. Viveu com o ex-deputado vários anos, em Moscavide (Loures) e mais tarde no Porto, mesmo sabendo que Gaspar era casado. Em 2007, Sandra engravidou e foi para o Brasil, para "resistir à insistência dele em que abortasse". As meninas nasceram em Novembro de 2007, e pouco tempo depois o ex-deputado terá dito a Sandra que não pretendia conhecer as filhas. O CM tentou, sem êxito, contactar Antero Gaspar. O advogado Ricardo Cardoso, que o representa no processo, escusa-se a tecer comentários e afirma apenas que "o processo está em andamento".

cm