Cinco automóveis foram totalmente destruídos pelo fogo, ontem de madrugada, em Rio de Mouro, Sintra, depois de dois homens encapuzados terem incendiado um Peugeot 106, que há poucos dias já tinha sido alvo de actos de vandalismo.



"Há uma semana alguém partiu o vidro de trás do carro. E esta noite [ontem] atiraram algo a arder lá para dentro e ficou tudo destruído", conta ao CM João Alves, comerciante de 57 anos e dono do carro onde o fogo teve origem. O caso, que provocou o pânico entre os moradores da praceta do Rouxinol, acordados pelas explosões dos veículos a arder, já está a ser investigado pela PJ. Um dos moradores garantiu às autoridades ter visto dois homens em volta do carro de João Alves minutos antes de as chamas terem deflagrado.

Nenhum dos proprietários lesados tem seguro contra actos de vandalismo.

cm