O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, classificou de «agressão selvagem» os ataques por parte de Israel na Faixa de Gaza.


«Começou outra agressão selvagem contra a Faixa de Gaza porque o presidente Mahmud Abbas insistiu que irá solicitar a entrada da Palestina como membro pleno das Nações Unidas (ONU), uma visão realista e a resposta é esta», afirmou quinta-feira Chávez.

O presidente apelou à paz no mundo e reiterou o pedido para que parem as agressões contra os povos da Síria e da Palestina. «Pedimos e queremos um mundo de paz, que cessem as agressões, que cada um se coloque no seu lugar», disse o presidente.

Chávez também disse que acompanha de perto o «processo histórico» das negociações de paz entre a Colômbia e as Forças Armadas Revolucionárias (Farc).

«Estamos a acompanhar desde o início as negociações de paz em Havana, entre o governo do doutor Juan Manuel Santos, senhor presidente e amigo, e o Alto Mando das Farc, um processo histórico dos mais importantes», afirmou Chávez.

Destacou ainda que a «Colômbia, a guerrilha e o povo são os que têm a solução para o conflito», mas a Venezuela continuará a acompanhar os diálogos de paz.

«Todos queremos que haja paz na Colômbia», concluiu o Chefe de Estado.