"Entraram depressa e apertaram-me logo o pescoço. Depois taparam-me a boca para eu não gritar e trancaram-me aqui dentro. Fugiram com sete mil euros". Foi ainda em choque que Joaquim Garcia, dono de uma loja de compra e venda de ouro, contou ao CM o ataque de que foi vítima ontem ao final do dia, na rua Godinho Faria, em S. Mamede de Infesta, Matosinhos.



Sozinho no estabelecimento, Joaquim foi surpreendido pelos três assaltantes, que actuaram de cara destapada. Em poucos minutos, conseguiram trancar o homem e fugir com dezenas de peças de ouro, para além do dinheiro.

Os Bombeiros de S. Mamede de Infesta tiveram mesmo que ir ao local para arrombar a porta da loja e libertar a vítima. A PJ investiga o caso.

cm