Uma janela deixada aberta durante a noite de ontem transformou-se num pesadelo para Conceição Teixeira, 53 anos, na Marisol, Almada. Já de madrugada, dois assaltantes com lenços na cara invadiram a vivenda e sequestraram a mulher durante mais de meia hora. Acabou espancada e roubada.



A vítima ouviu barulho – os assaltantes, a entrar na casa, ainda partiram o vidro da janela – e mal saiu do quarto para ver o que se passava foi deitada na cama pelos dois homens, que lhe amarraram os pés com uma camisa de dormir e taparam o corpo com o lençol.

Deram-lhe vários murros e pontapés. Violentos, os assaltantes perguntaram onde a mulher tinha o ouro e o dinheiro e levaram duzentos euros em dinheiro e várias peças de ouro, avaliadas no total em cinco mil euros. "Tive de dar um calmante à minha irmã para ela dormir. Ela ficou em choque. Chamou logo uma vizinha para a ajudar mal conseguiu tirar a camisa de dormir com que lhe amarraram os pés", contou ontem à tarde ao CM a irmã, Maria Teixeira.

"Eles devem ter ficado todos contentes quando viram o ouro. Levaram-lhe uma pulseira grossa que pesa quase meio quilo. Ela até ouviu um deles a dizer: ‘Olha esta pulseirona." A vivenda tem videovigilância e alarme, mas ontem estava tudo desligado. A vítima está a atravessar um processo de divórcio com um empresário francês. Tem duas filhas que não vivem com ela.

cm