Três mulheres, com idades entre os 35 e os 43 anos viveram momentos de terror dentro das suas casas, em Fafe e Guimarães, ontem de madrugada, às mãos de grupos de homens armados que as obrigaram a entregar dinheiro e artigos de valor. Em Guimarães, duas mulheres foram mesmo agredidas por tentarem resistir ao roubo.



Nos dois casos, as mulheres aguardavam clientes que tinham marcado encontros sexuais. Os roubos foram participados à GNR, mas a investigação foi entregue à Polícia Judiciária. As autoridades admitem tratar--se do mesmo grupo.

Os assaltos aconteceram no espaço de uma hora. Em Vila de Ponte, Guimarães, duas mulheres – uma brasileira e outra portuguesa, de 38 e 43 anos – que partilham casa na rua de São João Baptista foram surpreendidas por um grupo de três homens armados.

As duas lesadas tentaram resistir ao roubo, e acabaram violentamente agredidas pelo trio, a quem tiveram de entregar cerca de 150 euros.

As vítimas tiveram que ser assistidas no hospital, com ferimentos no rosto e na cabeça.

Em Fafe, uma mulher de origem colombiana foi ataca-da às 00h05 por dois homens, com cerca de 38 anos, que a ameaçaram com uma arma, obrigando-a a entregar 300 euros. Levaram ainda um LCD.

As autoridades estão a investigar os dois assaltos e não descartam a hipótese de se tratar do mesmo grupo, já que o modo de actuação e o tipo de vítimas escolhidas são semelhantes.

cm