Um norte-americano, de 45 anos, roubou um carro de distribuição de comida chinesa. Mas não fugiu. Continuou a fazer as entregas para ficar com o dinheiro dos clientes.



Keith Hinds roubou o carro quando o funcionário da empresa fazia uma entrega numa escola, de uma cidade do estado norte-americano do Conneticut. Depois, olhou para a lista e continuou a distribuir comida, recebendo o respectivo valor.

O funcionário alertou de imediato o patrão, pedindo que este avisasse os clientes que iriam ficam sem comida. Foi nesse processo, que se percebeu que um dos pedidos já tinha sido entregue. A polícia seguiu o seu encalço e não demorou a encontrar o ladrão, quando este procurava uma morada mais complicada.

Hinds foi acusado de roubo, posse de droga, entre outros crimes.

cm