A Ordem dos Enfermeiros (OE) está contra o objectivo do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) de substituir os enfermeiros, nas ambulâncias, por profissionais menos qualificados.



Esta proposta foi apresentada no decorrer de uma reunião entre a Ordem dos Médicos, a Ordem dos Enfermeiros e o INEM, no Ministério da Saúde, sobre a emergência pré-hospitalar.

Para a Ordem dos Enfermeiros, esta proposta não é aceitável uma vez que "no Interior do País a estabilização clínica, o socorro e o transporte para os serviços de urgência serão feitos com recurso a meios menos qualificados em relação a localidades que têm a poucos minutos de distância um serviço de urgência".

cm