Portugal perdeu nos últimos dois anos 96 mil habitantes, sendo o país da Zona Euro com maior quebra demográfica. Os dados divulgados pelo organismo de estatística europeia, Eurostat, traduzem a evolução populacional obtida a partir do Censos 2011, cujos resultados definitivos são hoje conhecidos.



Nos resultados provisórios, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou que viviam, no ano passado, 10 561 614 habitantes em Portugal. Um total inferior aos 10 637 713 verificados em Janeiro de 2010, de acordo com os dados do Eurostat. Face aos resultados provisórios comunicados pelo INE, Portugal registou uma nova baixa para 10 541 840, em Janeiro último.

A emigração de cerca de 150 mil por ano, a redução dos imigrantes e a acentuada descida da natalidade são as principais causas para a descida da população no nosso País. n J.S.

cm