O incêndio que, ao final da manhã de ontem, destruiu uma loja de fazer chaves e consertos rápidos de calçado, à entrada do Centro Comercial Alcaide, na cidade de Barcelos, por pouco não roubou a vida a três mulheres, entre os 35 e os 45 anos, que se encontravam no gabinete de uma esteticista, no primeiro andar.



Valeu a actuação de Paulo Pereira, bombeiro dos Voluntários de Barcelos, que estava a trabalhar nas proximidades e, depois de dar pistas de socorro, resgatou as vítimas. "Uma delas conhece-me e, ao ver-se aflita, ligou-me. Disse-lhes para se deitarem no chão e colocarem uma toalha húmida na face, respirando através dela. Fui buscá-las, até porque conheço o centro comercial como as minhas mãos", disse o bombeiro, assegurando que as mulheres "já tinham a parte respiratória comprometida". O fogo, que começou por volta das 11h40 e que teve origem, ao que tudo indica, num curto-circuito de uma máquina, alastrou rapidamente a toda a loja do rés-do-chão, destruindo máquinas, mobiliário e calçado. "Formou-se uma grande nuvem de fumo negro, que invadiu todo o edifício", disse ao CM a comerciante Marta Sousa, sublinhando que "as senhoras foram surpreendidas pelo fumo".

Ao todo, foram levadas ao hospital cinco pessoas, entre as quais um bombeiro, também devido à inalação de fumos, mas só as três socorridas no gabinete de estética se mantiveram ontem internadas. Jorge Gomes, o dono da loja, diz que os prejuízos "são superiores a 40 mil euros".

cm