Entre 250 jornalistas, fãs e elementos do staff de Rihanna, houve anteontem um que se destacou, a bordo do avião que promove a digressão da cantora, em sete cidades diferentes. Cansado de esperar por uma declaração da artista, um locutor de rádio australiano começou a correr pelos corredores do avião, completamente despido.

A situação caricata foi aproveitada pelos restantes jornalistas, que aproveitaram para chamar pela cantora e fazer-lhe um apelo: “Ri-Ri [apelido de Rihanna], salve os nossos empregos: entrevista. Apenas uma fala”, descreve a revista ‘Rolling Stone’.

De acordo com a mesma publicação, houve o rumor de que a cantora falaria com a comunicação social após o incidente. Uma vez que ela não apareceu, foi reforçado o boato de quem nem estaria a bordo com avião. Para além desta situação, os profissionais também se queixam do pouco tempo para dormir, da falta de comida na viagem e ainda dos espectáculos iguais, todas as noites.

cm