A recém-nascida entregue sábado pelos pais a uma advogada na Praia das Maçãs, Sintra, já teve alta do hospital de Cascais. Neste momento, está provisoriamente institucionalizada, situação que se deverá manter até o Tribunal de Família e Menores de Sintra decidir quem ficará com a sua guarda.



Segundo apurou o CM, os pais biológicos da menina ainda não foram ouvidos em tribunal, dado que a mãe se encontra internada, a receber cuidados de saúde. No entanto, alguns familiares já foram chamados a prestar esclarecimentos.

cm