A SIC e a TVI consideram que o processo de implementação da Televisão Digital Terrestre (TDT) foi uma oportunidade perdida para aumentar as suas ofertas.



Luís Marques, director geral da SIC, e Miguel Pais do Amaral, presidente do conselho de administração da Media Capital, defenderam esta quarta-feira, no 22.º Congresso das Comunicações, que "o processo não correu bem" e que "as televisões deveriam ter trabalhado em conjunto para aumentar a sua oferta".

Ainda assim, dividem-se quanto à possibilidade da actual situação ser alterada. Luís Marques acredita que "nem tudo está perdido", e que "os canais devem continuar a fazer pressão para que a oferta seja melhorada". Já Pais do Amaral considera que "já não há solução".

O presidente da TVI disse ainda considerar que "actualmente há um conflito de interesses por a distribuição do sinal da TDT ser feita por um operador [Portugal Telecom] que detém uma plataforma de televisão paga". "Esse operador, obviamente, não está interessado em potenciar a TDT", acrescentou.

À margem do congresso, o director-geral da SIC mostrou-se indignado com o facto de os canais generalistas não terem sido ouvidos sobre a entrada do Canal Parlamento (AR TV) na oferta da TDT. "Nós é que estamos a pagar [cada TV paga à Portugal Telecom cerca de 3 milhões de euros por ano] e nem sequer somos consultados", disse o responsável. "Era bom que isso fosse consensualizado entre todos", acrescentou.

cm