Roubos violentos na via pública ou à entrada das casas. Os idosos eram os alvos preferenciais do gang surpreendido por uma megaoperação da Esquadra de Investigação Criminal da Amadora, ontem de manhã na Damaia de Cima.



Três equipas do Corpo de Intervenção da Unidade Especial de Polícia e doze equipas à civil avançaram para buscas em várias casas naquele bairro. Ao todo, cinco detidos foram levados para a esquadra e várias armas apreendidas, entre as quais pistolas. São suspeitos de roubos a pessoas que ficaram sem carteiras e peças em ouro. A utilização de armas serve para travar qualquer tentativa de resistência. A operação começou pelas 08h30 e ficou resolvida em menos de duas horas. Ao todo, quinze casas foram alvo de buscas domiciliárias.

Ao que o CM apurou junto de fonte policial, a investigação decorre há já alguns meses, depois de serem apresentadas várias denúncias por roubos violentos. Os assaltos ocorriam também junto aos transportes públicos. A PSP vai continuar com a investigação.

Ontem, apesar do aparato, não houve incidentes. Os detidos não ofereceram resistência e foram posteriormente levados para a Esquadra de São Brás, na Amadora

cm