O Governo português saudou hoje o cessar-fogo em Gaza, que pôs fim aos conflitos entre os palestinianos do Hamas e israelitas.

Numa nota, o Ministério dos Negócios Estrangeiros português congratulava-se com a decisão tomada, considerando que o sofrimento das populações só poderia terminar com o fim da violência.

A intervenção do Presidente do Egito, Mohamed Morsi, da secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, e do secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, também foram destacadas.



lusa