Uma menina de 11 anos ficou gravemente ferida após ser atropelada ontem à tarde, na EN235, em Mamodeiro, na freguesia de Nossa Senhora de Fátima, Aveiro. A menina voltava da escola e ia ao encontro do pai, que estava a trabalhar.



Mónica Dias Freitas, residente em Fermentelos, sofreu um Traumatismo Crânio Encefálico grave e fracturou ainda um braço. A violência do embate projectou a menina, que ficou sem sentidos. Quando os Bombeiros Aveiro-Velhos e a equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Aveiro chegaram ao local, a pequena Mónica estava inconsciente. Foi transportada para o Hospital Pediátrico de Coimbra com acompanhamento da equipa médica. O seu estado era considerado muito grave.

O acidente ocorreu cerca das 17h10 numa altura em que a EN235 - que liga Oliveira do Bairro a Aveiro - regista uma grande intensidade de tráfego.

O condutor afirma que a menina estava a atravessar a estrada junto aos Armazéns Reis – numa zona onde não há passadeiras – e que não a viu. O CM apurou que o homem, residente em Ovar, explicou à GNR que sentiu uma pancada no carro e parou. Só quando saiu do automóvel é que o condutor percebeu que tinha atropelado a menina.

Mónica regressava da escola com duas amigas que escaparam ilesas. A menina ia ao encontro do pai, que estava numa empresa perto do local do acidente e com quem deveria regressar a casa. A GNR de Aveiro investiga o acidente.

cm