As autoridades israelitas detiveram quinta-feira os responsáveis pelo atentado bombista de quarta-feira num autocarro que feriu 29 pessoas, referiram responsáveis dos serviços de informação Shin Bet.



"Os autores do ataque [de 21 de Novembro] a um autocarro em Telavive foram detidos algumas horas após o ataque", refere o comunicado dos serviços secretos israelitas.

"Os membros desta célula em Beit Lakya com ligações ao Hamas e à Jihad [Islâmica] admitiram durante os interrogatórios que planeavam ataques contra israelitas, preparavam um atentado bombista e escolheram Telavive como alvo", acrescenta o texto.

De acordo com a agência noticiosa Efe, um palestiniano com cidadania israelita inclui-se entre os detidos. O suspeito é proveniente do território ocupado da Cisjordânia e estabeleceu-se na localidade árabe de Taybe, em Israel, durante um processo de reunificação familiar, indicaram ainda os serviços de informações israelitas.

cm