Pela terceira vez neste ano, a perfumaria Capitólio, instalada há mais de 40 anos na Rua de Santa Catarina, foi assaltada pelo mesmo método: através de buracos no teto e na parede. Ao todo, o prejuízo deverá ser de 110 mil euros.

O alarme tocou cerca das 23.10 horas de anteontem e a chegada rápida de um familiar do dono evitou males maiores. Mesmo assim, os assaltantes conseguiram abrir um buraco numa parede com cerca de 90 centímetros de espessura e levaram cerca de 10 mil euros em perfumes e cosméticos.

"Deve ser o mesmo grupo. A casa ao lado está desabitada e entra-se facilmente pelas traseiras, na Travessa da Almas. Nos dois primeiros assaltos, em março e julho, fizeram buracos no teto exatamente a meio da loja, a única zona não abrangida pelos sensores de movimento do alarme", revela, ao JN, o proprietário, Manuel Duarte.




J/N