A polícia grega três pessoas no sábado que têm ligações ao roubo à mão armada que ocorreu num museu em Olímpia, no mês de Fevereiro, em que dezenas de peças arqueológicas foram roubados, anunciou este sábado a polícia.



"Três pessoas foram presas depois de tentarem vender um dos artefactos roubados no assalto" disse um porta-voz da polícia em Atenas, à AFP.

O mesmo elemento referiu que a polícia não irá dar mais informações sobre a prisão das três pessoas porque a investigação está a decorrer.

No entanto, a polícia de Petras, que está a investigar o roubo, disse à AFP que um dos suspeitos foi preso na sexta-feira, depois de ter tentado vender um anel de ouro com 3.300 anos a um policial disfarçado que passou por potencial comprador.

O homem pediu 300.000 euros pelo anel e durante o interrogatório denunciou os seus cúmplices, disse uma fonte da polícia local.

A Grécia é um país rico em arqueologia e tem sido alvo de ladrões de antiguidades ao longo de décadas.

cm