Edwarda O'Bara passou 42 longos anos deitada numa cama, em estado de coma. Morreu agora aos 52 anos. Ficou conhecida como a ‘Branca de Neve adormecida’.



Esta norte-americana de Miami era uma alegre estudante do ensino secundário quando, em 1970, de repente, ficou doente. Entregou-se à medicina e entrou em coma diabético. Mas não sem antes pedir à mãe: “Promete… não me vais deixar.”

“Claro que não, filha. Eu nunca te vou abandonar, querida.” A promessa foi cumprida – relata o ‘Daily Mail’ – até que a mãe morreu, há cinco anos, e ficou a irmã a tomar conta dela. Edwarda faleceu na quarta-feira. "Ela fechou os olhos e juntou-se à nossa mãe, no céu", disse a irmã, Colleen O'Bara.

cm