O tráfego nas antigas Scut (vias sem custos para o utilizador) registou quebras por todo o País no Verão, tendo a Via do Infante (A22) sido a com maior baixa - menos 42,2% comparativamente com o Verão de 2011 -, segundo dados do Instituto Nacional de Infra-estruturas Rodoviárias do período entre Julho e Setembro de 2012.



Na A23, concessão da Beira Interior, o movimento caiu 32,4 %. Na A24, concessão Interior Norte, foi registada uma quebra no movimento diário de 29,9%. Na A25 (Beira Litoral/Beira Alta), contabilizou-se uma redução de 24%. A concessão Costa de Prata movimentou diariamente menos 7,4% de viaturas. A concessão Norte Litoral, em que se inclui a antiga Scut A28, registou menos 6,9%. A concessão do Grande Porto baixou o tráfego em 6,2%. Em termos nacionais, as 15 concessões analisadas indicam que entre Julho e Setembro estas auto-estradas registaram em média 17 090 carros/dia, uma quebra global média de 15,5%.

cm