De gorro na cabeça e uma camisola a cobrir a face, um homem armado com uma pistola invadiu anteontem à noite uma farmácia em Queluz, Sintra. A responsável e uma funcionária foram ameaçadas e obrigadas a entregar mais de 200 euros.



Eram 21h15 quando o homem entrou na farmácia Zeller, na avenida da República. "Ameaçou primeiro a funcionária, que lhe deu duas notas de 50 euros, mas ele disse que era pouco e apontou-me a pistola, de cano preto comprido, com silenciador. Foi assustador", contou ao CM Joana Van Zeller, directora técnica. "Entreguei-lhe todas as notas da caixa. Depois ele fugiu", disse a responsável, de 66 anos.

A PSP tomou conta da ocorrência e a PJ investiga.

cm