Pelo menos 20 mortos e dezenas de feridos foram contabilizados pelo Observatório sírio dos Direitos do Homem na sequência da explosão de dois carros armadilhados e de várias bombas num bairro do sudeste de Damasco.

De acordo com os moradores do bairro Jaramana, habitado sobretudo por drusos e cristãos e tido como pró-regime, os ataques ocorreram cerca das 06:30 (04:30 em Lisboa), que já formaram milícias para defender a vizinhança.

Diário Digital / Lusa