Maria (nome fictício) estava dentro de casa quando ouviu barulho no exterior. Percebeu que era o ex-companheiro, que queria entrar, mas optou por não o deixar entrar em casa. Mas momentos depois, a porta foi arrombada pelo homem, que a agrediu e tentou violar. Foi detido pela GNR.

Segundo o CM soube, a situação ocorreu ao início da madrugada de ontem, no sítio das Gateiras, em Tunes, no concelho de Silves. O agressor, cabo-verdiano, de 49 anos, que aparentava estar bastante alcoolizado, quereria reatar a relação amorosa que tinha mantido com a vítima, de 45 anos. Esta, contudo, não terá aceitado devido ao facto de, anteriormente, já ter sido alvo de agressões repetidas por parte do indivíduo.

"Ela já por vezes tinha pedido ajuda por estar a ser agredida por ele", relataram ao CM vizinhos de Maria, que solicitaram o anonimato. Alertadas para a situação, duas patrulhas do Destacamento Territorial da GNR de Silves acorreram ao domicílio da mulher – uma casa isolada e degradada, no campo – e depararam-se com a situação. Ao tentarem deter o indivíduo, ao que o CM apurou, este reagiu com violência, ameaçou, insultou e tentou agredir os militares. Acabou por ser imobilizado e detido.

Ontem foi ouvido em tribunal e saiu em liberdade com apresentações diárias e proibição de se aproximar da vítima, que ficou em estado de choque e com vários hematomas na cara. Foi transportada ao hospital de Portimão, onde recebeu tratamento.

cm