Dois lares de idosos, localizados em Marrazes, Leiria, e a funcionar no mesmo edifício, foram encerrados com carácter de urgência, anteontem, pela Segurança Social, por terem sido detectadas algumas situações que colocavam em "perigo iminente os direitos e a qualidade de vida dos utentes".

Vinte e dois idosos foram retirados e encaminhados para casa de familiares ou outras instituições da região.

Maria dos Anjos Silva, responsável pelos dois lares, que funcionavam há 20 anos, remeteu para amanhã um esclarecimento. Numa fiscalização, a Segurança Social detectou "deficiências graves a nível de instalação, segurança, funcionamento, salubridade, higiene e conforto".

A decisão surpreendeu os vizinhos que, ao CM, afirmaram nunca se terem apercebido de nenhuma irregularidade. Desde o início do ano já foram encerrados em todo o País 50 lares.

cm