A negociação entre o Senado e o Congresso para obter um acordo sobre o "precipício orçamental" continua a penalizar o dólar

A moeda única da Zona Euro está a apreciar face ao dólar, num momento em que os investidores continuam preocupados com o ritmo de negociação em torno de um acordo entre os democratas e republicanos para evitar o chamado “precipício orçamental”.

O euro valoriza 0,33%, para os 1,3021 dólares, depois de ontem a nota verde ter tocado no valor mais baixo desde 31 de Outubro, num momento em que todas as atenções estão centradas em torno das negociações para evitar um “precipício orçamental”.

Esta quinta-feira, o porta-voz da John Boehner alertou que não tinham sido conseguido progressos nas negociações. Mais perto do final da sessão, Shuck Schumer mostrou-se optimista sobre um acordo.

Depois de se ter encontrado com Timothy Geithner, secretário do Tesouro norte-americano, Boehner afirmou que o presidente Barack Obama deverá “tornar-se sérios” em torno das conversações sobre o precipício orçamental.

Já o líder da maioria no Senado, Harry Reid, democrata do Nevada, adiantou que os democratas precisam de uma proposta dos republicanos sobre que tipo de cortes de despesa é que eles querem
jn