A adopção de novas medidas de estímulo à economia japonesa suportou a negociação.

As praças asiáticas ganharam terreno, preparando-se para encerrar a valorizar pela segunda semana, suportadas pelo anúncio de um programa de estímulos à economia no Japão.

O nipónico Nikkei avançou 0,48%, para os 9.446,01 pontos, enquanto o Topix apreciou 0,26%, para os 781,46 pontos. Já o índice MSCI Ásia Pacífico somou 0,4%, elevando para 1,5% a subida registada durante a semana.

A impulsionar a negociação esteve o anúncio de um pacote de estímulos por parte do governo, antes das próximas eleições, cujas sondagens dão a vitória ao partido da oposição.

Se o Banco do Japão for forçado a adoptar ainda uma política monetária mais relaxada, “o iene vai ser potencialmente mais fraco e isso são relativamente boas notícias para as exportações”, realçou Andrew Freris, do BNP Paribas Wealth Management, em declarações à Bloomberg.

Em alta estiveram as exportadoras, como a Nissan Motor, que ganhou 0,9%. Já a Rio Tinto cresceu 2,8%, depois da mineira ter sido alvo de uma recomendação positiva por parte do JPMorgan.
jn