Uma explosão numa fábrica de embalagens metálicas em Vila Chã, Vale de Cambra, feriu sete pessoas, quatro delas com gravidade. Os feridos têm entre 30 e 43 anos. Os mais graves apresentavam queimaduras de 1º e 2º graus na face, mãos e pernas. Os outros sofreram intoxicação por inalação de fumo.



"O incêndio deflagrou cerca das 16h50 numa zona da fábrica que obrigou a accionar o plano de emergência", explicou ao CM um dos responsáveis da empresa que não se quis identificar. Segundo o mesmo responsável, a rápida intervenção dos Bombeiros de Vale de Cambra evitou danos maiores. "O maior dano é dos nossos trabalhadores, que felizmente não correm perigo. A empresa regressará ao trabalho na próxima segunda-feira", acrescentou. Os feridos foram transportados para o Hospital de Santa Maria da Feira depois de assistidos pelos bombeiros e duas equipas médicas do INEM.

O fogo deflagrou numa zona de produtos combustíveis. "Seriam cerca de mil litros de um produto inflamável que obrigou ao combate directo com espuma", disse o comandante dos bombeiros, Vítor Machado. As causas da explosão estão a ser investigadas.

cm