Cerca de 600 escoteiros de todo o País reuniram-se ontem no Pavilhão Desportivo da Ajuda, em Lisboa, para assinalar o centenário do 2.º Grupo dos Escoteiros de Portugal. Os fundadores do maior movimento juvenil português foram agraciados com a estrela do centenário, oferecida pelo presidente da Junta de Freguesia da Ajuda, António José Videira.

"Aqui não há lugar a diferenças ou elitismo. Tínhamos receio de que as dificuldades económicas impedissem os jovens de participar nas actividades. Mas muitos pais optaram por abdicar de outras actividades, como a natação ou o futebol, em prol do escotismo", disse João Madeira, escoteiro-chefe do 2º Grupo dos Escoteiros de Portugal, que tem 170 jovens.

cm