A academia de Coimbra está de luto pela morte dos estudantes Daniel Oliveira e Joaquim Cardoso, aos 21 e 22 anos, num despiste brutal de carro, no centro da cidade, na madrugada de anteontem.

A bandeira da associação académica ficou ontem a meia haste e dezenas de alunos foram às aulas trajados - em forma de homenagem aos colegas falecidos.

"Ficámos em choque com a notícia da morte do Daniel. Os amigos mais próximos estão desolados com a situação", explicou ontem ao CM Henrique Fazendeiro, presidente do Núcleo de Estudantes de Relações Internacionais, da Faculdade de Economia. Daniel Oliveira estudava Relações Internacionais e frequentava o 3º ano do curso.

"Era bom aluno. Embora não viesse a muitas aulas, fazia as cadeiras por frequências e exames. Era uma pessoa bem-disposta, embora um bocado introvertido e reservado. Os alunos vieram trajados para a faculdade em forma de luto, para prestarmos uma homenagem ao Daniel", diz Cátia Cruz, colega de curso.

Na Escola de Hotelaria e Turismo de Coimbra, onde estudava Joaquim Cardoso, 22 anos, o ambiente era de dor e consternação. Os colegas de curso recusaram, ontem, falar sobre o acidente, mas fizeram saber que será feita uma homenagem ao colega, hoje, no funeral. Na página da internet do Facebook as mensagens de dor e lamento sucedem-se: "A tristeza que se abateu sobre todos nós só é superada pelas memórias de boa disposição e de alegria com que sempre nos contagiaste", pode ler-se numa das mensagens.

"A academia está de luto. É uma homenagem que fazemos aos dois jovens que, infelizmente, faleceram" referiu Ricardo Morgado, o presidente da Associação Académica de Coimbra.

cm