Um homem e uma mu lher ficaram intoxicados quando se aqueciam, no interior de uma residência, em Cristelos, Lousada, com um braseiro improvisado, colocado dentro de uma lata.

Ao que o CM apurou, o alerta para os Bombeiros de Lousada foi dado pelas 23h00 de anteontem. Quando a primeira equipa chegou à habitação encontrou Ana Clara, de 35 anos, desmaiada na mesma divisão da residência onde se encontrava uma lata com um braseiro.

A mulher e João Martins, de 40 anos, foram assistidos pela equipa da Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Vale do Sousa e levados para o Hospital Padre Américo, em Penafiel.

O aquecimento improvisado terá queimado o oxigénio existente na sala e provocado o desfalecimento de Ana Clara. Também João Martins, que se encontrava no mesmo local, se sentiu mal e foi assistido pelos bombeiros, que enviaram para Cristelos três ambulâncias.

Na unidade de saúde, confirmaram-se as intoxicações por fumos, mas, apesar do enorme susto, os tratamentos efectuados permitiram que Ana Clara e João Martins tivessem alta médica por volta das 02h00 de ontem.

cm