Um homem de 33 anos, instrutor numa escola de surf, foi ontem à tarde vítima de atropelamento e golpeado com uma catana por um fabricante de pranchas da mesma modalidade, num parque de estacionamento na praia de São Torpes, Sines.

A vítima ficou gravemente ferida num braço devido aos golpes da arma branca. Os motivos da agressão são desconhecidos. "Ele [o agressor] apareceu numa carrinha e quando entrou no estacionamento atropelou-o. Sem dizer nada, abriu a bagageira e tirou uma catana enquanto a vítima estava no chão a gritar.

Foi atingido num dos braços ao tentar proteger-se", contou ao CM uma testemunha que pediu o anonimato. O agredido, Sérgio Santos, foi transportado para o Hospital do Litoral Alentejano e, mais tarde, transferido para o São José, em Lisboa, para uma intervenção cirúrgica aos tendões.

O suspeito, Hélio Jorge, conhecido ‘shaper’ entre os amantes da modalidade, entregou-se na GNR, força de segurança que está a investigar o crime.

c,m