Assaltaram de caçadeira em punho as bombas de gasolina Alcídio Ferreira Combustíveis, em Galegos, Penafiel, anteontem ao final da noite, mas na chegada à casa, um dos ladrões tinha já os militares da GNR à porta, na freguesia de Oldrões.

O assaltante ainda pegou na caçadeira que tinha no carro, mas foi impedido pelos militares de disparar. Foi detido juntamente com o cúmplice, residente também na zona, pela PJ do Porto.

Os ladrões, de 22 e 28 anos, são suspeitos de terem efectuado quase uma dezena de roubos naquela área. "Eram 23h10 e vi o carro a parar. Um dos ladrões ficou no interior e o outro saiu e partiu a porta do escritório onde eu estava. Ameaçou que me matava e tive de lhe dar 90 euros", contou o funcionário Vítor Barbosa, de 21 anos.

O empregado conseguiu ver a matrícula do Ford Fiesta conduzido por um dos assaltantes e mal eles saíram da gasolineira alertou a GNR, que conseguiu rapidamente chegar à morada do dono do carro – um dos ladrões.

Vítor Barbosa disse às autoridades que acredita que os assaltantes foram os autores de um outro roubo que ocorreu na gasolineira há três semanas e em que levaram 600 euros. "Usaram o mesmo carro e a mesma roupa. Reconheci também um deles pela voz", explicou.

Os ladrões, um deles desempregado e o outro calceteiro, foram presentes a tribunal, mas desconhece-se as medidas de coacção. A PJ recuperou o dinheiro do roubo de anteontem.

cm