Eduardo Pereira, de 73 anos, foi atropelado ontem, pelas 07h00, junto à própria casa, em Famalicão. O idoso, que vivia sozinho, teve morte imediata.

A condutora do veículo – que seguia viagem na EN204, na fronteira entre Lagoa e Avidos – não se terá apercebido da presença de Eduardo Pereira, que estava a atravessar aquela estrada. A mulher aguardou a chegada da GNR e dos bombeiros ao local e ficou em choque, tendo que ser amparada por populares.

Ao que o CM apurou, o idoso não levava qualquer documento de identificação, sendo reconhecido por uma vizinha logo após o acidente brutal.

cm