O condutor de um carro que se despistou e capotou, ontem de manhã, na EN125, junto à Ponte Velha do Arade, em Portimão, abandonou o carro (um Citroën) e fugiu do local, por razões desconhecidas.

Segundo o CM apurou junto de fonte do Centro Distrital de Operações de Socorro, em Faro, o acidente ocorreu pelas 11h30. "Foram activadas duas ambulâncias, dos Bombeiros Voluntários de Lagoa e de Portimão, e ainda uma viatura de desencarceramento, mas quando os meios de socorro chegaram ao local, momentos depois do alerta, não encontraram ninguém no carro", revelou.

Segundo o CM apurou junto de testemunhas no local, o condutor estaria acompanhado de dois homens. "Depois do acidente, desapareceram todos e ninguém percebeu quem eram nem para onde foram", referiram. A PSP de Portimão tomou conta do caso e ao longo do dia de ontem procedeu a diligências no sentido de localizar o fugitivo – sem sucesso, até à hora de fecho desta edição. O acidente, aparatoso, obrigou ao condicionamento da circulação na zona.

Embora as causas da fuga não tenham sido apuradas, as autoridades não excluem a possibilidade de o automobilista estar alcoolizado no momento do acidente. Com a fuga, o mesmo evitou ser controlado. Segundo apurou o CM, a viatura não tinha sido dada como furtada e apresentava toda a documentação em ordem. Será propriedade de uma mulher, estrangeira e residente na zona de Vale Lagar, em Portimão.

cm