A saída para a avenida da Liberdade na rotunda do Marquês de Pombal, Lisboa, ficou ontem inundada, confirmando o aviso de Luís Garcia, o reformado que em Setembro alertou o presidente da Câmara para o risco de cheia devido às alterações com o novo esquema de circulação.

O mau tempo – chuva forte e intensa – durante todo o dia provocou o caos no trânsito na Grande Lisboa.

Os Sapadores receberam mais de cem pedidos de ajuda para inundações.
Uma delas foi no hotel Myriad, inaugurado em Novembro por Cavaco Silva.

No Jardim de Oeiras, carros ficaram com água pelo tejadilho. E três estradas foram cortadas: S. Julião e Senhora do Ó, Mafra, e uma outra na Castanheira do Ribatejo.

cm