Uma idosa de 90 anos foi amarrada, e amordaçada por três encapuzados que a surpreenderam quando dormia em casa, na rua Marques da Costa, em Cacia, Aveiro.

O assalto ocorreu cerca das 03h30 de ontem e demorou cerca de meia hora. O terror de Ludovina Dias só acabou quando os ladrões a libertaram e fugiram com peças de ouro e 250 euros em dinheiro.

"Os assaltantes arrombaram a porta da frente sem que ela se apercebesse. Só acordou quando acenderam a luz do quarto, mas, mesmo ao ver três encapuzados, ainda pensou que estava a sonhar", explicou ao CM António Dias primo da idosa.

"Dá-nos o dinheiro e não grites, senão espeto-te a navalha", ameaçou um dos assaltantes. Sem que tivesse tempo para qualquer reacção, Ludovina foi sentada na cama por um dos elementos do trio que, de seguida, lhe amarrou os pés e as mãos com ligaduras e tapou a boca da idosa com fita adesiva.

"Durante meia hora, os ladrões vasculharam a casa toda à procura de dinheiro", acrescentou o familiar. Acabaram por encontrar 250 euros mas não ficaram satisfeitos. Regressaram ao quarto e obrigaram Ludovina a entregar-lhes o que usava: dois anéis, a aliança e um cordão, todos em ouro.

"Só lhe deixaram ficar os brincos porque ela pediu--lhes para os oferecer a Nossa Senhora de Fátima", referiu António Dias.

Antes de escapar, o grupo de ladrões desligou o telefone de casa e libertou a vítima.

cm