A polícia do estado norte-americano do Maine recebeu uma chamada insólita. Um homem ligou a queixar-se que uma prostituta tinha retirado dez minutos ao tempo de serviço que tinha acordado.

O caso terá ocorrido a 25 de Março deste ano, mas só esta semana Scott Pipher, de 34 anos, foi detido pela polícia por ter contratado um serviço de relações sexuais, o que é considerado crime pelas leis estaduais.

Durante a investigação, a polícia deteve ainda duas mulheres que alegadamente terão recebido dinheiro de Pipher por serviços sexuais.

Scott Phiper vai ser ouvido em tribunal na próxima semana.

cm