O candidato social-democrata à Câmara de Oeiras, Francisco Moita Flores, prometeu neste sábado dar continuidade ao trabalho do actual presidente independente Isaltino Morais, um "estratega" a quem reconhece trabalho feito ao serviço do concelho.

"A minha ideia sobre Oeiras é respeitar as obras daqueles que vieram antes de mim e, se possível, reforçar essas obras e dar maior continuidade, aprofundar esses projetos e criar novos", afirmou o candidato social-democrata, que hoje apresenta oficialmente a sua candidatura.

Em entrevista à Lusa, o ex-presidente da Câmara de Santarém enumerou aquilo que o distingue de Isaltino Morais, reconhecendo, contudo, que é "um bom autarca, com nível estratégico".

"Não vou fazer rupturas com aquilo que foi a obra de Isaltino. Temos personalidades e formas de ser diferentes e quando chegar a Oeiras, quando ganharmos estas eleições, vamos lidar com uma realidade que é de tolerância", afirmou.

A confiança na vitória da sua candidatura às autárquicas de 2013, contra a que será apoiada por Isaltino Morais - movimento independente Isaltino Oeiras Mais à Frente, cujo candidato é Paulo Vistas - não impede Moita Flores de elogiar o trabalho feito pelo actual presidente da câmara.

"O Isaltino confunde-se com a história do PSD ao longo destes 30 anos e desconfundi-lo ou procurar sacar o Isaltino dos últimos oito anos é de uma profunda desonestidade moral", frisou.

cm