Os resultados da eleição de sexta-feira dos órgãos associativos do Montepio para o triénio 2013/2015 ditou a reeleição de António Tomás Correia, líder da lista A, que recolheu quase 56 mil votos, do total de cerca de 77 mil.

Tomás Correia, que preside o Montepio há nove anos, considerou em comunicado que os resultados das eleições de sexta-feira, apurados já pela noite dentro, traduzem "uma grande vitória do Montepio e dos seus associados, assim como uma grande lição de democracia interna".

A lista A teve 55.965 votos no escrutínio para o conselho de administração, mesa da assembleia-geral e conselho fiscal, a lista B (liderada por Luís Alberto Silva) conquistou 18.892 votos e houve 1554 votos brancos e 647 votos nulos.

Já para o conselho geral, a lista A teve 47.760 votos, a lista B 10.289 votos e a lista C (liderada pelo economista Eugénio Rosa, que concorreu apenas às eleições para o conselho geral do Montepio, órgão que fiscaliza a actuação da administração) recebeu 16.919 votos, tendo havido 1156 votos brancos e 485 votos nulos.

De acordo com os estatutos do Montepio, para o conselho geral foram eleitos oito membros da lista A, três membros da lista C e um membro da lista B.

cm