Um grupo de quatro homens espalhou o terror na Baixa do Porto, na madrugada de ontem, em dois assaltos violentos. No primeiro ataque, um jovem acabou por ser esfaqueado pelo gang e foi internado em estado grave. Depois, os ladrões roubaram telemóveis a três amigos e conseguiram escapar. A judiciária investiga ambos os crimes.

O gang começou a actuar pelas 03h00, na praça Parada Leitão, onde fica, por exemplo, o Café Piolho. Os assaltantes – que atacaram sempre em grupo – abordaram a vítima, de 19 anos, e ameaçaram-na de morte. Nem a multidão que normalmente se encontra no local demoveu o gang e o jovem, que terá resistido ao roubo, acabou por sofrer diversos golpes de faca no pescoço.

Natural de Espinho, a vítima foi transportada para o Hospital de Santo António, no Porto, onde ficou internada em estado considerado grave.

Pouco depois, os ladrões voltaram a atacar, mas na avenida da Boavista. Aproximaram-se de um grupo de amigos e ameaçaram-nos, embora, desta feita, não tenham usado armas. As vítimas, assustadas, foram obrigadas a entregar os telemóveis ao gang, que fugiu de imediato.

A PSP, que já tinha sido alertada para o primeiro assalto, recebeu depois as queixas das restantes três vítimas e a associação dos casos foi imediata, já que o número de assaltantes e a descrição física coincidiam em ambos os roubos.

A PJ foi entretanto chamada, já que estará em causa uma tentativa de homicídio.

cm