Bruno Rebelo, 29 anos, estava a chegar à Quinta da Torre, em Loures, anteontem à tarde, para almoçar, quando foi abordado por três homens que lhe exigiram logo a pulseira em ouro.

A vítima, canalizador de profissão, reagiu dando um murro a um dos ladrões e acabou por ser baleado numa perna por um dos elementos do gang. Teve de ser levado para o Hospital de Santa Maria, em Lisboa.

A PSP foi chamada ao local, mas quando os agentes chegaram os três assaltantes já tinham fugido. A Polícia Judiciária de Lisboa já está a investigar o caso. Ao que o CM apurou, a vítima disse não conhecer qualquer dos agressores, apesar de frequentar a zona da Quinta da Torre – e disse que quando esteve junto dos assaltantes não sabia que eles estavam armados, por isso reagiu.

A vítima só recebeu alta hospitalar no dia de ontem. A bala acertou-lhe no joelho.

cm