Apple elimina erros detectados no seu sistema de mapas na Austrália

A Apple solucionou parte dos erros detectados no seu sistema cartográfico na Austrália, depois de, na segunda-feira, a polícia australiana ter alertado para o perigo do uso da aplicação, informou hoje a imprensa local.
As autoridades australianas apelaram na segunda-feira aos seus cidadãos para não utilizarem o serviço de localização, especialmente se estivessem a viajar do sul da Austrália para a cidade de Mildura, situada a cerca de 500 quilómetros a noroeste de Melbourne.
Pelo menos seis pessoas tiveram de ser resgatadas quando, guiadas pelo serviço da Apple, seguiam pelo interior do parque nacional de Murray Sunset, "onde se pode atingir a temperatura de 46 graus centígrados”, indicou a polícia do estado de Victoria, considerando o problema da aplicação “uma ameaça”.
Depois de emitido o alerta contra o seu sistema de localização, a Apple efectuou vários ajustamentos, apesar de ainda persistirem vários problemas, indicou hoje o inspector da polícia de Victoria, Simon Clemence.
A Apple “solucionou metade do problema”, apontou o mesmo responsável ao jornal The Australian, em declarações reproduzidas pela agência noticiosa espanhola Efe.
Em Setembro, o director executivo da Apple, Tim Cook, pediu desculpas pelas falhas na aplicação de mapas do mais recente sistema operativo para iPhone e iPad, numa carta aberta dirigida aos seus utilizadores, e recomendou a utilização dos mapas do Google e da Nokia, entre outros, enquanto a empresa não introduzia melhorias na sua aplicação.
Os mapas da Apple substituíram o Google Maps nos dispositivos que operam com iOS 6, incluindo o iPhone 5.
A Google Maps era até agora o sistema cartográfico modelo para a Apple.

Fonte: Lusa/SOL