Dois homens raptaram um camionista para lhe roubar 40 mil euros de bacalhau, anteontem à tarde, em Famalicão. A vítima foi abandonada, ainda manietada e com um saco a tapar a cabeça, na Maia, a 20 quilómetros de distância. Só foi encontrada ao ao final da noite.

Às 19h20, o camionista saiu de um armazém em Calendário, Famalicão, já com o veículo carregado de paletes de bacalhau. Apenas a 200 metros à frente foi abordado por um homem que o obrigou a parar para pedir uma informação. Este borrifou um spray para os olhos do camionista, entrou no pesado, empurrando a vítima para o meio do veículo. Ao mesmo tempo, um comparsa entrou pelo lado do passageiro.

A dupla arrancou para a EN14, enquanto colocava um saco de pano preto na cabeça do camionista e abraçadeiras plásticas (tipo algemas descartáveis) nas mãos, coxas e tornozelos. Descarregaram o bacalhau, que valia 40 mil euros, num local desconhecido e deixaram a vítima dentro do camião na rua Engenheiro Frederico Ulrich, na zona industrial de Moreira da Maia.

O homem foi encontrado às 23h30 pela Polícia Municipal da Maia. Ainda estava manietado e de cara tapada, mas conseguiu tocar na buzina com os pés. "Ouvimos sempre uma buzina a tocar e parar mas não vimos nada na rua", disse ao CM uma moradora. Os agentes acharam estranho estar um veículo a buzinar continuamente e descobriram a vítima. Depois ligaram à GNR que foi ao local e tomou conta da ocorrência.

cm