Cardozo a três golos dos 100 na Liga

Óscar Cardozo tem duas boas razões para fazer três golos ao Marítimo, no próximo fim de semana (sábado, 20.30 horas), quando os madeirenses visitarem o Estádio da Luz.
E são razões suplementares, que não se prendem com os habituais desideratos, fazer golos para ajudar a equipa a conquistar os três pontos.

O goleador paraguaio de 29 anos regista 97 golos no Campeonato com a camisola do Benfica, marca que atingiu em 144 partidas, e nesse capítulo reside uma das particularidades do encontro para o ponta de lança.

A outra situação está relacionada com um assunto que, pode dizer-se, está na moda, muito por culpa de Lionel Messi e Gerd Muller. O número de golos apontados num ano civil. Para o génio argentino do Barcelona são já 86, destronando o goleador germânico que deixou o recorde em 85 remates certeiros precisamente há 40 anos, 1972. O bis de Messi ao Bétis, e não ao Benfica, como muitos adeptos encarnados temiam, permitiu bater uma marca de quatro décadas e muito prestígio.

Pois Cardozo está na mesma corrida, mas em termos pessoais. Por duas vezes, no Benfica, atingiu o registo de 32 golos apontados num ano civil, 2009 e 2011. Em 2007, quando chegou à Luz (no verão), apontou 20, depois, em 2008, mais 14, naquele que foi o ano menos produtivo. Em 2010, 26, e em 2012, com dois jogos ainda por fazer (havendo, ainda, a possibilidade de agendamento de jogos da Taça de Portugal e da Taça da Liga), já festejou por 30 ocasiões, estando, então, a três golos de bater a melhor marca.

Em termos internacionais, uma comparação com alguns dos melhores goleadores que atuam na Europa mostra que o ponta de lança internacional paraguaio detém números interessantes. Messi (86) e Cristiano Ronaldo (60) são de outra galáxia, depois encontramos Radamel Falcao, do Atlético de Madrid, com 47 golos em 2012, Zlatan Ibrahimovic, do Paris Saint Germain, com 38, Van Persie, do Manchester United (e com golos também marcados ao serviço do Arsenal), com 32, e, finalmente, Wayne Rooney, do mesmo clube, com 30.

No que à centena de golos no Campeonato diz respeito, refira-se que Óscar Cardozo tem um competidor à altura, dado que João Tomás, atualmente ao serviço do Rio Ave, regista 101 golos marcados, sendo o goleador em atividade que primeiro conseguiu chegar aos três dígitos.

Fonte: A Bola