As autoridades filipinas elevaram esta sexta-feira o número de mortos e desaparecidos para 1838 em consequência da passagem do tufão Bopha.

A última contagem de mortos aponta para 906, restando poucas esperanças de encontrar 932 desaparecidos.

Segundo o Conselho Nacional de Prevenção e Resposta, há 2660 feridas, e as inundações e os deslizamentos de terra danificaram cerca de 250 mil casas, prevendo-se que haja 5,5 milhões de desalojados.



lusa