Boas Festas de Cavaco: É preciso 'não perder a esperança'

O Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, defendeu hoje na sua mensagem de Boas Festas que, apesar do "período muito difícil" que o país atravessa, é necessário não "perder a esperança" e pensar "principalmente nos mais frágeis".
"Ninguém fica indiferente ao Natal. Tempo de família, tempo de pararmos um pouco para pensarmos mais nos que estão à nossa volta e nos que estão longe. Principalmente nos mais frágeis, que exigem mais a nossa atenção e a nossa partilha fraterna. Sabemos todos que vivemos um período muito difícil, mas não podemos perder a esperança", afirmou o chefe de Estado numa mensagem em vídeo, publicada no site da Presidência da República (www.presidencia.pt).
"Se caminharmos unidos, ultrapassaremos as dificuldades", observou.
Nos votos de Boas Festas, a primeira-dama, Maria Cavaco Silva, enaltece as qualidades dos portugueses e chama também a atenção para a necessidade de se unirem no sentido de ultrapassar as atuais dificuldades.
"Não duvidamos que, de mãos dadas, conquistaremos um futuro melhor. O povo português tem dado belos exemplos de solidariedade, de partilha empenhada com aqueles que menos têm. Esses gestos iluminam o nosso futuro colectivo", referiu.
A mensagem termina com Cavaco Silva desejando a todos "um ano de 2013 tão bom quanto possível".

Fonte: Lusa/SOL