O Santander planeia comprar os 10% de acções restantes do Banesto com cerca de 45 milhões das suas acções que se encontram em circulação.

Esta oferta encontra-se avaliada em, aproximadamente, 2,6 mil milhões de euros (mais 25% sobre o valor de fecho a 14 de Dezembro, e mais 42% sobre a média dos últimos seis meses).

É esperado que a fusão fique completa em Maio de 2013, com sinergias anuais de 520 milhões de euros, ao longo dos próximos três anos. Esta oferta será muito atractiva para os accionistas do Banesto, que passarão a fazer parte de um banco internacional, com um balanço sólido e maiores perspectivas de crescimento.

Os accionistas do Banesto poderão, assim, receber acções do Santander, que têm um dos valores mais líquidos da Europa, e cuja remuneração é muito atractiva (60 cêntimos). Também poderão beneficiar de sinergias, e ter acesso a uma rede de sucursais mais ampla, cerca de 4.000.

Para os accionistas do Santander, esta transacção também será muito atractiva, pois o risco de execução é baixo, vão ser criadas importantes sinergias e haverá um resultado líquido positivo na ordem dos 3% por acção.


Fonte: Jornal de Negócios